Dizem que sou louca por eu ter um gosto assim, gostar de quem não gosta de mim...
"Temos um problema geográfico. Você quer abraçar o mundo e eu ficaria contente em abraçar você.”
Tati Bernardi. 
"Me desculpe por essa dependência, Robin. Sério, sinto muito por ainda sentir saudade. Sei lá, eu deveria ter falado tudo que eu sentia. Mas tudo o que eu senti sempre foi confuso, sempre foi muito mais do que eu demonstrava, sempre. Eu nunca soube como dizer as coisas certas, eu fui errado até na hora de sentir. Eu sempre fui perdido, eu sempre fui covarde. Meu orgulho nunca foi maior do que a saudade que eu sinto de você, ou sei lá, da vontade que eu tenho de ficar com você. Mas eu assumo que nunca consegui vencer ele quando o assunto era você. Você sempre teve alguma coisa que era diferente. E porra, olha o clichê que isso é. Sei lá, Robin. Você é estranha. E eu sempre procurei me encher de pessoas estranhas, pra preencher você. E eu pensava que era só um jeito estranho meu, gostar de gente assim. Mas não é. É só por sua causa, Robin. E acho que sempre foi.”
robin and stubb.   
"Ontem chorei. Por tudo que fomos. Por tudo o que não conseguimos ser. Por tudo que se perdeu. Por termos nos perdido. Pelo que queríamos que fosse e não foi. Pela renúncia. Por valores não dados. Por erros cometidos. Acertos não comemorados. Palavras dissipadas.Versos brancos. Chorei pela guerra cotidiana. Pelas tentativas de sobrevivência. Pelos apelos de paz não atendidos. Pelo amor derramado. Pelo amor ofendido e aprisionado. Pelo amor perdido. Pelo respeito empoeirado em cima da estante. Pelo carinho esquecido junto das cartas envelhecidas no guarda-roupa. Pelos sonhos desafinados, estremecidos e adiados. Pela culpa. Toda a culpa. Minha. Sua. Nossa culpa. Por tudo que foi e voou. E não volta mais, pois que hoje já é outro dia.”
— Caio Fernando Abreu 
"Ela me mudou. Acendi um cigarro e cuspi no regato. “Você não pode me mudar e depois ir embora”, disse para ela, em voz alta.”
Quem é você, Alasca?   
"O difícil é quando ele é o cara errado pra você, mas você é a mulher certa pra ele. Aí fode tudo. Errado com errado acaba em putaria, certo com certo acaba em casamento, mas errado com certo acaba em eu deitada na cama chorando em cima do travesseiro. Acaba comigo.”
Tati Bernardi  
"Eu só quero que você entenda que eu não gosto quando você vai embora. Não gosto quando você esconde o que sente. Não gosto quando você não me dá a menor bola. Se eu falo que está tudo bem, quero que você pergunte de novo. E de novo. De vez em quando eu finjo que tudo está numa boa, mas tenho o meu lado fraco. Preciso de colo. De atenção. Se eu estou triste, quero você ao lado. Se eu estou brava, quero você ao lado. Se eu estou num dia bom, quero você ao lado. Se meu dia foi péssimo, quero você ao lado.”
Clarissa Corrêa. 
"Eu que gritei para tantas pessoas ficarem, hoje só quero mesmo é que elas sumam de uma vez por todas.”
Tati Bernardi.    
"Promete esperar por mim que eu prometo fazer essa esperar valer a pena. Ei, não ouse me trocar por ninguém perto de você. Eu não suportaria te perder. Não suportaria saber que o meu alguém se tornou o alguém de outra pessoa. Se lembra da nossa conversa de mais cedo, quando te disse que preciso te conquistar um pouquinho mais a cada dia? É medo. Lembra da única vez que brigamos? Foi medo. Outra vez. Já deu pra entender que eu tenho medo de perder você? Ou eu vou precisar citar todas as vezes que, por brincadeiras, eu me declarei pra você? Te peço mais uma vez, com o coração apertado, espere por mim.”
Querido John. 
"Agora que eu me perdi, só preciso de você me dizendo que amanhã ainda vou te achar no mesmo lugar, se eu procurar. Eu te quero, na medida do impossível.
Gabito Nunes. 
"Mas é claro que sobrou alguma coisa aqui. Eu te avisei. Fomos rendidos ao amor, mesmo você mostrando que não me ama. Amor só por uma das duas partes também é amor, meu bem. Nunca te avisaram? E te digo para que não tente acabar com isso. Amor não morre. Amor desgasta. E você não deveria ferir o que não pode matar.”
Carlos Neto.  
©